Assuntos gerais

9h35min – No último item da ordem do dia da Assembleia Geral Ordinária o presidente José Valdir apresenta panorama da Cooperativa, informando que dos 135.420 associados, em 31/12/2015, 62% eram vinculados ao Banco do Brasil, 16,9% eram associados familiares dos cooperados, 10,5% eram vinculados à Caixa Econômica Federal, 2,4% ao Banco do Nordeste, 2,1% ao Banco Central do Brasil, 1,2% ao Banco da Amazônia, 0,1% ao BNDES e 4,8% eram vinculados às entidades do conglomerado das instituições financeiras públicas federais.

Mais de 70% do quadro social estava composto por associados com idades entre 21 e 60 anos, e dos 135.420 cooperados, 42,2% eram mulheres e 57,8% eram homens.

No Sistema de Avaliação de Risco de Cooperativas de Crédito, a Cooperforte, em parecer do Comitê de Risco RISKcoop e LF Rating em 2015, obteve a classificação A3, considerada máxima, por apresentar “excelente condição geral de risco. As bases financeira e estrutural estão sólidas e resistem a mudanças conjunturais ou estruturais da economia”. A Cooperativa tem obtido a classificação máxima consecutivamente desde 2005.

Falando a respeito dos canais de atendimento e de relacionamento da Cooperforte, o presidente José Valdir menciona que em 2015 a central de atendimento por telefone recebeu mais de 290 mil chamadas, e fez quase 270 mil ligações, oferecendo aos associados produtos e serviços e respondendo às suas demandas. A página da Cooperforte na internet foi acessada mais de dois milhões de vezes no ano passado, e mais de 65 mil associados fizeram operações no Internet Banking da Cooperativa.

A página oficial da Cooperforte no Facebook encerrou 2015 com 24.725 fãs, e o canal Economia dia a dia, de educação financeira e cooperativista, foi acessado mais de 26.800 vezes. A Cooperativa mantém páginas oficiais também nas redes sociais Twitter, Google + e YouTube, para divulgação do cooperativismo e relacionamento com os associados.

Apresentando dados da ouvidoria da Cooperforte, o presidente José Valdir cita que as sugestões feitas por associados cresceram 7% em 2015, quando comparadas a 2014. E as reclamações classificadas como procedentes – por erros em processos e serviços da Cooperativa – caíram 8% no ano passado, em comparação ao ano anterior; e em mais de 91% dos casos, a Cooperforte resolveu a demanda nas primeiras 48 horas desde o registro da reclamação, evidenciando o empenho da Cooperativa em buscar a excelência no atendimento aos associados.

A respeito dos benefícios da Cooperforte, o presidente José Valdir menciona que a Cooperativa dispõe de 110 convênios educacionais, entre instituições de ensino infantil até superior e pós-graduação, além de cursos de idiomas, que oferecem aos cooperados descontos sobre o valor das mensalidades. O Clube de Compras, que reúne empresas renomadas em variados ramos de atuação, hoje dispõe de 15 parcerias com condições especiais para os associados na aquisição de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, pacotes de viagens entre outros produtos e serviços.

Em pesquisa de opinião conduzida pela central de atendimento em 2015, 96% dos associados se mostraram satisfeitos com a Cooperforte, sendo que 78% deles afirmaram que a Cooperativa é ótima.

Nas metas para 2016, a Cooperforte pretende ampliar o Ativo em 9,1%, em comparação a 2015. Aumentar a liquidez em 10,7%, e as operações de crédito em 9,5%; ampliar os depósitos a prazo em 9,5%, e incrementar o Patrimônio Líquido em 6,9%; crescer o Capital Social em 5,9% e aumentar as Sobras em 3,6%, comparativamente aos valores alcançados em 2015.

Por último, o presidente José Valdir menciona números do Instituto Cooperforte, Associação para Promoção Humana e Desenvolvimento Social, que em 2015, por intermédio de 15 projetos concluídos no ano passado, atendeu mais de 700 pessoas diretamente, além do impacto positivo sobre suas famílias e as comunidades nas quais elas estão inseridas. O Instituto Cooperforte também aprovou, em 2015, 9 novos projetos de responsabilidade social, com a previsão de atender 483 pessoas.

Veja também